Seminário Internacional Carajás 30 Anos - Etapa Final - Orientações

As inscrições para participação seguem abertas, tendo sido encerradas as inscrições para apresentação de trabalhos no dia 7 de abril.
Valores:
Estudantes dos Ensinos Fundamental, Médio e Graduação: R$ 30,00;
Pós-graduação: R$ 40,00
Professores e Profissionais: R$ 60,00.

A lista de trabalhos foi divulgada para dar ciência das propostas aprovadas. Alguns ajustes estão sendo feitos e as atualizações constarão no menu lateral, no item "Lista de Trabalhos".

Leia mais...

19 de abril, Dia de Resistência: Povos indígenas chamam à união contra ataques à Amazônia

 

Etnias como Gavião, Guarani, Suruí, Awá, Guajajara, participaram de Etapas Locais do Seminário Carajás 30 Anos: resistências e mobilizações frente a projetos de desenvolvimento na Amazônia oriental. Eles relataram consequências dos projetos aos povos da Amazônia e conclamaram a uma aliança em torno da floresta.

Demais povos tradicionais, acadêmicos e militantes sociais também chamam atenção para necessidade de uma articulação em torno de suas demandas, e veem no Seminário oportunidade de estreitar laços de resistência

Leia mais...

Consequências do desenvolvimento na Amazônia, violação de direitos e resistências em debate durante Etapa do Seminário Carajás 30 Anos

Esses temas foram objeto de Mesa Redonda composta por Edna Castro, do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (NAEA/UFPA), Helena Palmquist, jornalista do Ministério Público Federal no Pará, e Charles Trocate, do Movimento dos Atingidos pela Mineração durante a Etapa Belém do seminário Carajás 30 Anos.

Como exemplo de estratégias de resistência, entidades que lutam junto com os moradores da comunidade Piquiá de Baixo, em Açailândia/MA, passaram a obter ações da empresa Vale. Eles denunciarão, durante a Assembleia de Acionistas que acontece dia 17 de abril, os impactos causados pela empresa.

Leia mais...