Horácio Antunes: "Cenário desenvolvimentista no Maranhão tem provocado profundos impactos socioambientais, alterando biomas e modos de vida de populações locais"

  • Imprimir
Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

Ele relacionou a resistência das comunidades a essa lógica excludente com a própria manutenção e conservação das condições de vida no planeta. “A agressão ou destruição da natureza implica também no comprometimento da qualidade de vida tanto de trabalhadores industriais quanto de moradores das periferias das cidades e dos campos. Lutar por melhores condições de trabalho ou pela defesa de um território não é somente uma causa específica, mas um interesse geral das sociedades humanas, que é a conservação planetária”, disse.

Para acompanhar o teor da entrevista à Fapema, veja a matéria, na íntegra, no sítio da entidade, que pode ser acessada clicando AQUI.